Enem 2022 registra mais de 3,3 milhões de inscritos

E mais: ANS obtém na Justiça decisão que confirma a atuação da agência reguladora que determina o ressarcimento ao sistema público quando o beneficiário de plano de saúde é atendido em uma unidade do SUS; Avançam as obras em trecho da Estrada Boiadeira entre Mato Grosso do Sul e Paraná.

Enem 2022 registra mais de 3,3 milhões de inscritos

E mais: ANS obtém na Justiça decisão que confirma a atuação da agência reguladora que determina o ressarcimento ao sistema público quando o beneficiário de plano de saúde é atendido em uma unidade do SUS; Avançam as obras em trecho da Estrada Boiadeira entre Mato Grosso do Sul e Paraná.

03-06-22 - É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS - ADALTO GOUVEIA.mp3

Duração: 2'33"

Publicado em 03/06/2022 17:03

O Enem 2022 registrou mais de 3 milhões e 300 mil inscrições, aumento de 11,6% em relação à edição de 2021.

Dos inscritos, apenas 65.066 farão a versão digital da prova.

O Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, vai aplicar o exame, nas versões impressa e digital, nas mesmas datas, 13 e 20 dezembro.

Quem fez pedido de atendimento especializado poderá conferir o resultado a partir da próxima terça-feira, dia 7, na página do participante, no endereço: https://enem.inep.gov.br/participante.

xxxxxxx

A Procuradoria Federal junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) obteve, na Justiça, decisão que confirma a atuação da agência reguladora que determina o ressarcimento ao Sistema Único de Saúde quando o beneficiário de plano de saúde é atendido em uma unidade do SUS.

A Lei dos Planos de Saúde determina que as operadoras devem arcar com os custos desses tratamentos por serem de cobertura obrigatória.

A decisão foi dada no âmbito de ação movida pela Federação de Sociedades Cooperativas Médicas do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, contra a ANS e outros entes públicos, para que a União deixasse de cobrar os valores gastos pela rede pública com tratamento de Covid-19 de seus beneficiários.

Xxxx


Histórica pelas travessias tropeiras de gado, a rodovia BR-487/PR, conhecida como Estrada Boiadeira, está com 80% das obras executadas.

Nesta sexta-feira, as últimas intervenções na rodovia, no trecho de 46 quilômetros que vai de Porto Camargo, no Mato Grosso do Sul, à Serra dos Dourados, no Paraná, foi vistoriado pelo ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Quando a obra nesse percurso estiver concluída, haverá benefícios para o turismo e o escoamento da produção agrícola na região.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia.