Candidatos inscritos no Sisu 2020, não selecionados em nenhuma opções de curso, ainda têm chance de concorrer a uma vaga

As instituições de ensino superior começaram a divulgar nessa segunda-feira (10), as listas de espera do sistema de seleção; AGU obtém bloqueio de quase R$13 milhões em bens de uma ex-servidora do INSS, acusada de improbidade administrativa; Nova Norma Regulamentadora aumenta segurança dos trabalhadores e estimula modernização na construção civil.

Candidatos inscritos no Sisu 2020, não selecionados em nenhuma opções de curso, ainda têm chance de concorrer a uma vaga

As instituições de ensino superior começaram a divulgar nessa segunda-feira (10), as listas de espera do sistema de seleção; AGU obtém bloqueio de quase R$13 milhões em bens de uma ex-servidora do INSS, acusada de improbidade administrativa; Nova Norma Regulamentadora aumenta segurança dos trabalhadores e estimula modernização na construção civil.

11-02-20 - E NOTICIA EM 2 MINUTOS - MARIA VILHENA - TARDE - 2m13s - FINALIZADO.mp3

Duração: 2m13s

Publicado em 11/02/2020 18:55

Os candidatos que se inscreveram no Sisu 2020, mas não foram selecionados em nenhuma das opções de curso, ainda tem chance de concorrer a uma vaga.

 

As instituições de ensino superior começaram a divulgar nessa segunda-feira (10), as listas de espera do sistema de seleção.

 

O Sisu é uma das formas de ingresso à educação superior com a nota do Enem. O prazo final de chamamento e efetivação da matrícula segue cronograma próprio de cada instituição. Mais informações, acesse sisualuno.mec.gov.br.

------------------------------------------------------------------------

A Advocacia-Geral da União obteve na Justiça o bloqueio de quase R$13 milhões em bens de uma ex-servidora do INSS, acusada de improbidade administrativa.

 

Segundo processo administrativo disciplinar, a ex-servidora concedeu benefício de forma irregular a 12 segurados atendidos por ela na agência de Pelotas, no Rio Grande do Sul, entre os anos de 2000 e 2003.

 

A funcionária incluía no sistema da Previdência tempo de serviço fictício, tempo de serviço especial e utilização de períodos indevidos de atividade rural em regime de economia familiar. Ela cobrava propina dos segurados para conceder os benefícios de forma irregular.

----------------------------------------------------------------------------

Nova Norma Regulamentadora aumenta segurança dos trabalhadores e estimula modernização na construção civil.

 

O texto foi aprovado por unanimidade pela Comissão Tripartite Paritária Permanente, do Ministério da Economia.

 

A norma trata das condições de trabalho na indústria da construção. Com isso, as regras de proteção receberam reforço e os empregadores ganharam mais autonomia para definir as medidas de prevenção a acidentes e adoecimentos.

 

Pelo menos dois milhões de trabalhadores formais e 400 mil empreendimentos do setor devem ser diretamente beneficiados pelas mudanças.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Maria Vilhena.