Auxílio Brasil vai injetar R$ 84 bilhões na economia em 2022

E Mais: Ministro da Economia participa hoje do Fórum Econômico Mundial; Conta de luz chegará mais barata para brasileiros que reduziram 10% do consumo de energia elétrica no acumulado de setembro a dezembro do ano passado, comparado com o mesmo intervalo de 2020.

Auxílio Brasil vai injetar R$ 84 bilhões na economia em 2022

E Mais: Ministro da Economia participa hoje do Fórum Econômico Mundial; Conta de luz chegará mais barata para brasileiros que reduziram 10% do consumo de energia elétrica no acumulado de setembro a dezembro do ano passado, comparado com o mesmo intervalo de 2020.

21-01-2022 - E NOTICIA EM 2 MINUTOS - AMERICA MELO.mp3

Duração: 2m23s

Publicado em 21/01/2022 07:14

O Auxílio Brasil vai garantir renda às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza e movimentar a economia do país ao longo deste ano. 

 

O programa deve injetar pelo menos R$ 84 bilhões de reais na economia em 2022. As famílias deverão gastar 70% desse valor na compra de produtos de consumo imediato como alimentos, medicamentos e no transporte. 

 

As estimativas são de um estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Cerca  de R$ 28 bilhões de reais deverão  ser gastos no setor de varejo e outros R$ 31 bilhões de  reais no setor de serviço.

 

A outra parte  será destinada ao pagamento de dívidas e à poupança.

 

Xxxxxx

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa nesta sexta-feira (21/1), do Fórum Econômico Mundial que ocorrerá de forma virtual.  

 

 

O painel sobre Perspectivas Econômicas Globais vai discutir “Quais ações imediatas e de longo prazo serão necessárias para estabilizar a economia global e garantir uma recuperação equitativa e sustentável?”.  

 

Xxxx

 

A conta de luz chegará mais barata para brasileiros que reduziram 10% do consumo de energia elétrica no acumulado de setembro a dezembro do ano passado, comparado com o mesmo intervalo de 2020. 

 

O desconto recairá sobre a parcela de janeiro. A medida faz parte do Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica, do Ministério de Minas e Energia.

 

 

Estão incluídos no programa os consumidores do chamado grupo B , baixa tensão , e do grupo A , média e alta tensão, das classes de consumo residencial, industrial, comércio, serviços, rural e serviço público.

 

 

Também recebem o bônus as residências que participaram do Tarifa Social de Energia Elétrica, benefício do Governo Federal que mantém descontos na conta de luz de famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único ou no Benefício de Prestação Continuada.

 

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília