Defesa Civil reconhece situação de emergência em oito cidades

Com isso, os municípios atingidos por desastres podem pedir recursos do Governo Federal para atender população afetada. Ações envolvem restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura danificada.

Defesa Civil reconhece situação de emergência em oito cidades

Com isso, os municípios atingidos por desastres podem pedir recursos do Governo Federal para atender população afetada. Ações envolvem restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura danificada.

27-06-22 - E NOTICIA - ROBERTA LOPES - DEFESA CIVIL.mp3

Duração: 1'43"

Publicado em 27/06/2022 16:12

A Defesa Civil reconheceu a situação de emergência de oito cidades nesta segunda-feira (27). Os municípios de Alenquer e Monte Alegre, no Pará, e Taió, em Santa Catarina foram atingidos por inundações. Já Palmeiras dos Índios, em Alagoas, teve a situação de emergência reconhecida por causa de chuvas intensas, enquanto Montanha, no Espírito Santo, sofreu com vendaval e Rio Fortuna, em Santa Catarina, com enxurradas. E as cidades de Pérola, no Paraná, e Jaguaratema, no Ceará, passam por um período de estiagem.

Também nesta segunda-feira, o Governo Federal reconheceu o estado de calamidade pública na cidade de Lagoa da Canoa, em Alagoas, por chuvas intensas.

Segundo a Defesa Civil, a diferença entre a situação de emergência e o estado de calamidade são o tamanho do desastre e a capacidade de resposta do município atingido.

Após a concessão do status de situação de emergência ou de calamidade pública pela Defesa Civil Nacional, os municípios atingidos por desastres podem pedir recursos do Governo Federal para atendimento à população afetada. As ações envolvem restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados. A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Roberta Lopes.